sábado, 25 de junho de 2011

Meu Parecer Sobre o Centenário das Assembleias de Deus



Por Pastor Sérgio Pereira




Em março de 2010, juntamente com um enorme grupo de blogueiros assembleianos, juntei-me a campanha “Pela Unidade no Centenário”. A campanha servia para mobilizar a nação assembleiana em favor de uma comemoração unida de todos os assembleianos, no ano do Centenário, incluindo CGADB, CONAMAD e a igreja-mãe, em Belém (PA).
Hoje, passado já as comemorações do Centenário, enquanto ainda vigoram aqui e acolá, discursos pujantes sobre os cem anos da maior denominação pentecostal brasileira, penso que não alcancemos os objetivos da referida campanha.
Não obstante a participação do Pr. Samuel Camara nas comemorações da CGADB, e das participações dos Pastores Manoel Ferreira (CONAMAD) e José Wellington Bezerra da Costa (CGADB) nas comemorações da Igreja Mãe, penso que ficamos bem distantes do que queríamos. Não almejávamos participações aleatórias nas comemorações organizadas por ambos os lados. O que queríamos era uma comemoração só, única, forte, como o é ou deve ser a nossa querida Assembleia de Deus.
Tenho dito constantemente em minhas ministrações que o momento do Centenário não é somente de ações de graças, mas também o é de reflexão. Tomando por base este argumento, gostaria de pensar nos próximos cem anos da Assembleia de Deus. O que precisamos fazer? O que mudar? Onde atuar? Continuaremos desunidos e multiplicados em centenas de ministérios independentes ou deixaremos as brigas politiqueiras de lado e nos uniremos como éramos no inicio de nossa história?
Em face aos próximos cem anos é preciso que redirecionemos algumas coisas, observe:

1. É PRECISO REDIRECIONAR A NOSSA VISÃO.
Ou seja, voltar ao ponto inicial. Tendo uma visão de oração, de comunhão, da necessidade pessoal e coletiva, visão de reino de não de tribos. Visão de denominação forte e não de grupos politiqueiros.

2. É PRECISO REDIRECIONAR A NOSSA AÇÃO (At 3.5,7)
O mundo espera receber da Igreja alguma coisa. Precisamos dar ao mundo o que ele necessita. Não escândalos e brigas internas, mas ação do poder do Espírito Santo que por meio da Igreja revela ao mundo o seu poder curador, transformador e perdoador. Precisamos agir a tempo e fora de tempo. Precisamos pregar o evangelho, mais do que fazer joguinhos de poder. Precisamos nos envolver com ações sociais mais do que garantirmos o futuro de nossos apadrinhados. Precisamos agir para levantar os oprimidos e miseráveis resgatando-os da situação deplorável em que vivem.

3. É PRECISO REDIRECIONAR A NOSSA UNÇÃO
Não fazer como Eliseu, que após receber a porção dobrada, uma de suas primeiras ações foi amaldiçoar os rapazes que dele zombavam (II Rs 2.23,24), mas usar a unção recebida para pregar o Evangelho em Jerusalém, Judéia, Samaria e até aos confins da terra. Redirecionar a unção é deixar de lado nossos desejos pessoais na ânsia pelo poder. Redirecionar a unção é utilizá-la segundo o propósito de Deus.

4. É PRECISO REDIRECIONAR O NOSSO LOUVOR E ADORAÇÃO.
Vivemos dias em que os cultos estão sendo transformados em shows. Nunca se ouviu falar de tantos cantores assembleianos que cobram cachês mirabolantes para “louvarem” em nossas igrejas. Como temos incentivado a apresentação carnal e desenfreada de certos “artistas da adoração” em nossos púlpitos! Nosso louvor e adoração tem sido hipócrita, vazio, e auto satisfatório. Fazemos momentos de adoração para massagear o nosso ego e não enaltecer o Senhor. Cantamos com os lábios e a alma distante do Senhor. Precisamos resgatar o verdadeiro louvor e adoração.

Neste momento histórico da igreja, redirecionemos nossas vidas para o altar de Deus. Esquecemo-nos dos interesses pessoais, voltemo-nos para Deus e voltaremos a experimentar o poder da centenária mensagem pentecostal: JESUS SALVA, JESUS CURA, JESUS BATIZA NO ESPIRITO SANTO E JESUS VOLTARÁ!

15 comentários:

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo pr. Sergio Pereira,

A paz de Cristo, o nosso Senhor!

A sua matéria com toda a sensibilidade, possue um recado objetivo para os seus leitores:

O cuidado que devem ter na responsabilidade com Deus.

É triste podermos confirmar, as suas palavras com a verdade ocorrida em nosso meio, ou seja, a falta de respeito a este momento tão difícil da igreja, em que as mãos devem estar antes de mas nada, em um aperto de dedicação aos que se envolvem com os momentos de grande dificuldade que assolarão o povo de Deus.

Estes momentos serão decisivos para as grandes mudanças que virão nestes últimos dias do Final dos Tempos.

Graçs a Deus não teremos a oportunidade em comemorar, outros cem anos, e sim, dar o exemplo nestes últimos anos antes da volta de Jesus Cristo ao mundo, como uma carta escrita por Deus.

O Senhor nos ajude a proporcionar com sabedoria, conhecimento e discernimento, o melhor para o melhor testemunho de vida diante dos homens, sem temer o mal que nos possam fazer.

Melhor morrer por Jesus Cristo, do que viver sem Ele.

O SEnhor seja contigo, nobre pastor!

O menor de todos os menores.

Centenário disse...

Prezado amigo,

Estive lá e pude observar o apoio que o povo daquele lugar deu ao nobre companheiro que organizou a festividade do Centenário na cidade de Belém/PA, onde tudo começou.
Observei a organização, a cordialidade, o entusiasmo e a vontade de continuar a obra que os dois missionários iniciaram.
Todos somos frutos da obra iniciada por Deus e que os dois missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren não mediram esforço para trazer até nós. Estando lá, pude imaginar quanta dificuldade os dois servos de Deus passaram para cumprir o chamado.
Infelizmente você muito bem coloca: vive-se em feldos/tribus/comunidades e esquece-se que somos membros do Reino de Cristo. É algo muito maior, é eterno, é soberano, é de Cristo nosso Senhor.
Pena que em pleno século XXI, temos líderes que ainda pensam em feldos/tribus e não pensam em expandir o Reino de Cristo.
É bom ser o grande senhor, Nabucodonozor também assim pensava e conhecemos o fim da história.
O mundo clama e muitos líderes parece que não ouvem.
O mundo se une, os adversários se unem, os países se unem.
Nós os evangélicos, mais do que nunca, temos que se unir em torno da obra de Cristo, da grandiosidade do Evangelho e deixar o aconchego do feudo, do status de senhor da tribo e dar as mãos, para que os súditos possam ver e assim também agir.
Que Jesus Cristo no ilumine o caminho a cada dia.
Paz se convosco.
Abs.

Isair Sell

Mario Sérgio disse...

Caro Pastor Sérgio,

Esse centenário realmente revelou para muitos assembleianos, o triste cenário em que se encontra nossa denominação. Sou pessimista em relação ao atual estado das Assembleias de Deus. Percebo claramente, que muitas pessoas são verdadeiramente fieis e devotas ao Senhor; mas por outro lado é triste verificar que a politicalha ministerial, e os interesses particulares são dominantes. Há sim um grande remanescente de fieis, mas em contrapartida há uma elite, uma casta ou um ministério que não quer mudanças e com toda certeza aprofundará as discórdias e divisões atuais, pois o importante acima de tudo para esse grupo é a manutenção de privilégios.

Desculpe o desabafo! Deus abençoe!

PR MAURICIO BRITO disse...

Ola nobre coelga pr Sergio, seu comentario é muito inteligente.
abraços em Cisto

JCavalheiro disse...

Estimado Pr. Sérgio!
Muito bom seu post! Pena que nossas lideranças não dá ouvidos a mensagens como essa, façam uma reciclagem em seus conceitos e de mãos dadas partam para uma nova caminhada em união e boa convivencia.
Oremos a Deus para que esse estado de coisas seja mudado para o bem da Sua obra e de nossa Centenária Assembleia de Deus.
Deus continue a abençoá-lo.
Aceite um abraço do amigo....

João Q. Cavalheiro
www.aramasi.blogspot.com

Pr. Sérgio disse...

Nobre Pr. Newton Carpintero, graça e paz!

Seu comentário só traz mais luz sobre o exposto em minha postagem. Sua argumentação enriquece ainda mais o tema aqui apresentado.

Que possamos continuar com o pequeno grupo remanescente, que prefere, no seu dizer, morrer por Jesus, do que viver sem Ele.


Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

Pr. Sérgio disse...

Caro amigo, Pb. Isair Sell, graça e paz!

Meu coração encheu-se de contentamento ao ler seu comentário aqui.

Suas palavras acrescentam de maneira sábia e reveladora aquilo que propusemos em nossa abordagem.

O mundo, como você bem coloca, se une em seus mais variados segmentos, e infelizmente a igreja se segmenta na presente era. Creio ser um retorno a idade média dentro dos templos. Os feudos, tribos e semelhantes parecem valer mais do que a unidade proposta pelo Reino de Deus.

Que Deus nos ajude a fazer a diferença!

Valeu prezado amigo.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

Pr. Sérgio disse...

Caro Mário Sérgio, graça e paz!

Concordo em gênero, número e grau com suas ponderações. A politicagem religiosa enoja, provoca ânsias, deixa-nos embaraçados.

A luta pessoal pela manutenção dos privilégios são terríveis e vergonhosas.

Mas, felizmente, há um grupo de remanescentes fiéis, dos quais, creio, fazemos parte.

Quanto a desabafar por aqui, fique sempre a vontade!

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

Pr. Sérgio disse...

Caro amigo Pr. Maurício Brito, graça e paz!

É Sempre bom recebê-lo por aqui. Obrigado pelo incentivo e por sua valiosa apreciação.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

Pr. Sérgio disse...

Prezado Pr. João Cavalheiro, graça e paz!

Infelizmente a liderança maior está ocupada em suas disputas pessoais por interesses mesquinhos que já não se importam em ouvir os pequenos profetas que Deus tem usado para alertar a igreja face às novidades e aos modismos que aqui e acolá tem surgido.

Todavia, creio que muitos líderes Deus ainda pode contar e os tem usado para fazerem a diferença nesse momento histórico, entre os quais o modesto amigo faz parte.

Muito bom recebê-lo por aqui.

Até breve em nossa convenção

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

Dificuldades de um Jovem Cristão no mundo Atual disse...

Bom pastor sérgio concordo com o senhor, sou da igreja assembléia e tenho um blog onde conto experiências e pensamentos de uma jovem que quer manter-se indifirente ao que este mundo oferece, gostaria de receber seu apoio em meu blog.
fik na paz e que Deus continue lhe abençoando

Ângelo dos Santos Monteiro, disse...

Boa Noite! Passei por aqui para fazer uma visita em seu blog e aproveito a oportunidade para convidar você a visitar o [Blog do Ângelo], um espaço que gira em torno da seguinte temática: "Um olhar bíblico-teológico sobre temas atuais e polêmicos"!

[Blog do Ângelo] - http://pbangelo.blogspot.com

Pr. Sérgio disse...

Prezado Editor do Blog "Dificuldades de um Jovem Cristão"

Graça e Paz!

Obrigado pela carinhosa visita e comentário. Visitarei o seu blog e certamente farei meus comentários.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

Pr. Sérgio disse...

Prezado Pb. Angelo, graça e paz!

Fico imensamente grato por sua visita e comentário. Visitarei seu blog e apreciarei seu espaço.
Volte por aqui sempre que desejar.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

Clinica Psicologia disse...

Very nice post. I just stumbled upon your weblog and wanted to say that I’ve truly enjoyed browsing your blog posts. After all I will be subscribing to your rss feed and I hope you write again very soon! Best Regards, Pedro.