domingo, 24 de outubro de 2010

O Pregador Caipira... Confusão Bíblica

Ontem (23/10/10) ministrei aula de homilética no curso de capacitação de líderes da UMADJO (União da mocidade das Assembleias de Deus de Joinville). Compartilhei com os alunos a estória abaixo que recebi por e-mail e não sei a fonte ou a autoria. Enfatizei a necessidade do preparo bíblico do pregador.
A pedido dos alunos do curso estou postando nesse blog para apreciação dos leitores. Leiam e tirem suas próprias conclusões.

O PREGADOR CAIPIRA... CONFUSÃO BÍBLICA

Conta-se que certo caipira estava no seu trabalho, num canavial, quando, de repente, viu brilhar três letras no céu: VCC.
Muito religioso, o caipira julgou que aquelas letras significavam “VAI, CRISTO CHAMA”. Fiel a visão correu ao pastor de sua Igreja e contou-lhe o ocorrido, concluindo que gostaria de devotar o restante de sua vida à pregação do Evangelho. O pastor surpreso diante do relato, disse:
- Mas para pregar o Evangelho, é preciso conhecer a Bíblia. Você conhece a Bíblia o bastante para sair pelo mundo pregando a sua mensagem?
- Claro que sim! – Disse o homem.
- E qual é a parte da Bíblia que você mais gosta e conhece?
- As parábolas de Jesus, principalmente a do bom samaritano.
- Então, conte-a! – Pede o pastor, querendo conhecer o grau de conhecimento bíblico do futuro pregador do Evangelho.
O caipira começou a falar:
- “Descia um homem de Jerusalém para Jerico, e caiu entre os salteadores. E ele lhes disse: ‘varões irmãos, escutai-me: não tenho prata nem ouro, mas o que tenho isso te dou’. E entregou-lhes os seus bens, e a um deu cinco talentos, e a outro dois, e a outro, um, a cada um segundo a sua capacidade. E partindo dali foi conduzido pelo Espírito ao deserto, e tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, teve fome, e os corvos lhe traziam alimento, pois alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre. E sucedeu que indo ele andando, eis que um carro de fogo o ocultou da vista de todos. A rainha de Sabá viu isso e disse: ‘não me contaram nem a metade’. Depois disso, ele foi até a casa de Jezabel, a mãe dos filhos de Zebedeu, e disse: ‘tiveste cinco maridos, e o homem que agora tens, não é teu marido’. E olhando ao longe, viu a Zaqueu pendurado pelos cabelos numa árvore e disse: ‘desce daí, pois hoje almoçarei em tua casa’. Veio Dalila e cortou-lhe os cabelos, e os restos que sobraram foram doze cestos cheios para alimentar a multidão. Portanto, não andeis inquietos dizendo: ‘que comeremos?’, pois o vosso Pai celestial sabe que necessitais de todas essas coisas’. E todos os eu o ouviram se admiraram da sua doutrina”.
O caipira entusiasmado olhou para o pastor e perguntou:
- E então, estou pronto para pregar o Evangelho?
- Olha, meu filho – disse o pastor – eu acho que aquelas letras no céu não significavam: “Vai, Cristo chama”. Antes, deveriam ser lidas: “VAI CORTAR CANA”.

MORAL DA HISTÓRIA: Um conhecimento superficial da Bíblia pode causar muita confusão e não é atestado ou certificado de autenticidade para um pregador.

8 comentários:

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo pr. Sérgio Pereira,

A paz do Senhor!

Parece com a verdade. Parece exatamente com o que acontece por aí, por aqui, e por todos os cantos.

Excesso de pregadores que estão envolvidos com o desejo de ir e não com o desejo de esperar o momento.

Conhecer a Palavra de Deus é de extema importância. E conhecer o Deus da Palavra é de extrema segurança.

O Senhor seja contigo, nobre pastor!

O menor de todos os menores.

Anderson R. Miranda disse...

Primeiramente, um agradecimento pelo tempo disposto nesse último sábado, ao ensino de todos os jovens presentes naquela ocasião; Esse texto, se bem interpretado, retrata fielmente a infeliz realidade de muitas pessoas, bem como a sensatez do Pastor, que por vezes, não toma o cuidado de fazer esse simples questionamento, "Você conhece a palavra de Deus?". E que todos os jovens (como eu) possam ter o prazer de ler a palavra da vida todos os dias, para não sermos como esse exemplo cômico, porém real.
Paz do Senhor.

http://www.andersonrmiranda.blogspot.com/

eliane monteiro disse...

Graça e paz pr.Sérgio Pereira.À Igreja B.Hebrom Satuba Al saúda o sr e sua familia com a paz do Senhor Jesus.Parece brincadeira de alguém bem humorado,mais não é;Infelizmente é real e acontece todos os dias em algum lugar.Eu não diria excesso de pregadores,e sim de pessoas ousadas que pensam que conhece a palavra de Deus e saem pregando o que não sabem e se deixam levar pelas propostas do inimigo que está ao nosso derredor bramando feito um leão pronto para nos tragar.Nosso dever é olhar,orar,vigiar e ler mais a palavra de Deus,para que não sejamos confundidos e usados por ele.

Pr. Sérgio disse...

Prezado Pr. Newton Carpintero, graça e paz!

Sou mais uma vez brindado com seu carinhoso comentário. Realmente temos um excesso lastimável de pregadores sem compromisso com a Palavra de Deus.

Necessitamos urgentemente de um retorno à Palavra.

Em Cristo Pr. Sérgio Pereira

Pr. Sérgio disse...

Prezado Anderson Miranda, graça e paz!

Ter sua participação na aula do último sábado e agora aqui, é um ahorna para mim.

Que nossos líderes tenham a sensatez necessária para separar novos obreiros que manejam bem a Palavra da Verdade.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

Pr. Sérgio disse...

Cara Eliane Monteiro, graça e paz!

Um abraço fraterno aos queridos irmãos da Batista Hebrom de Satuba (AL). (Estou com vontade de estar com vocês novamente).

Certamente que o humor retratado no presente texto acontece cotidianamente em nosso querido Brasil. Pregadores aventureiros sem compromisso com a Palavra de Deus tem se alastrado em nossos púlpitos com obstinada ignorância das Escrituras.

Que Deus nos livre dos tais.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

israel batista disse...

muito bom esse texto parabéns visite o meu blog www.blogdoisraelbatista.blogspot.com abraços e fique com Deus

Pr. Sérgio disse...

Caro Israel, graça e paz!

Obrigado por sua visita a este singelo blog. Quanto ao seu blog, visitarei assim que possível o seu espaço.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira