terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

MAIS UMA MATÉRIA NO MENSAGEIRO DA PAZ

Perdoem-me meus queridos leitores o atraso da notícia. Apenas ontem (21/02), tomei conhecimento de que mais um artigo de minha autoria foi publicado no Jornal Mensageiro da Paz Edição nº 1509 fevereiro de 2011.

O assunto abordado traz como título "É Tempo de Tocar a Trombeta". Adquira o seu exemplar e prestigie-nos com a leitura desta importante mensagem bíblica.

Minha sempiterna gratidão ao Pr. Silas Daniel e ao querido amigo Eduardo Araújo, respectivamente, Editor Chefe e Redator do referido periódico.

A Deus seja a glória!


6 comentários:

Mario Sérgio disse...

Parabéns pastor Sérgio! Espero me breve lhe conhecer pessoalmente e trocarmos algumas ideias.

Um grande abraço!

JCavalheiro disse...

Pr. Sérgio!
Parabéns pela excelente mensagem editada no MP 02/11. Já havia lido e gostei. É muito bom termos um representante catarinense da nossa CIADESCP na literatura da CPAD. Faço votos que seja mais artigo literário dos muitos que ainda virão de vossa lavra.
Abraços!
Pr. João Q. Cavalheiro.

Pr. Sérgio disse...

Prezado Mário Sérgio,

Compartilho da mesma vontade de conhecer-lhe pessoalmente. Embora moramos na mesma cidade, parece cômico nos conhecermos apenas por aqui.

Certamente a hora que nos encontrarmos teremos muitas ideias a trocar.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

Pr. Sérgio disse...

Nobre Pr. João Q. Cavalheiro,

Sou grato a Deus pelas oportunidades que tenho recebido para divulgar sua poderosa Palavra.

Sou grato pelos amigos conquistados através das reflexões por mim escritas, entre eles, o ilustre companheiro.

Obrigado por seu carinho e incentivo.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira

мαηυєłα sσυzα disse...

Pr. Sérgio, que benção poder desfrutar um pouco mais do seu maravilhoso conhecimento, que Deus te abençoe.

Quando puder faça-nos uma visitahttp://vozdessageracao.blogspot.com/

Pr. Sérgio disse...

Cara Manuela Souza, graça e paz!

Obrigado por sua participação e comentário. Já visitei o seu blog e esteja certa que voltarei lá outras vezes.

Um forte abraço!

Pr. Sérgio Pereira